Mulher Saúde

Infecção urinária na gravidez

Posted on: 20/04/2009

Na gravidez, pela alteração hormonal e alteração da anatomia do sistema urinário (afinal, começa a crescer no meio dele um útero que vai de aproximadamente de 300mg a 4 kg do início ao final da gestação), a gestante acaba tendo mais infecções urinárias.

Os sintomas mais comuns são: uma dor ou desconforto para urinar, uma sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, aumento do número de vezes para urinar com um volume urinário pequeno, urina fétida, uma incontinência urinária que não existia antes, e no final das gestações, pode haver aumento das contrações uterinas, podendo até desencadear um trabalho de parto prematuro.

Se essa infecção não for tratada rapidamente, ela pode ter uma série de complicações. As principais são a pielonefrite (infecção nos rins), que pode se tornar numa infecção muito grave, o trabalho de parto prematuro, e o rompimento da bolsa antes da hora.

 

 

Quando a gestante sente algum desses sintomas, deve consultar rapidamente um obstetra, pois isso é uma coisa simples de tratar quando é no começo, mas suas complicações, nem tanto! 

 

 

 

 

About these ads

4 Respostas para "Infecção urinária na gravidez"

Olá Dra. estou muito preocupada porque estou com 32 semanas de gestaçao e cerca de +- 1 mes atraz soube que estava com uma leve onfecçao de urina e também calculos renais nos 02 rins, tratei com cefalexina por 10 dias e tenho tomado muita agua, repeti o exame nessa semana novamente e a infecçao continua: Staphilloccocus Epidermidis, tenho consulta com meu obstetra somente daqui 02 dias e minha duvida é: será que essa infecçao é devido aos calculos renais? ahhh e soube tbm no ultimo ultrasson a +- 15 dias que o cordao esta enrolado no pescoço do bebe, isso é muito grave?????
Aguardo uma resposta sua para que fique mais informada.
Desde já muito obrigada.

infecção o q faser arespeito dessa infecão ?ola estou com 18 smanas e desde q descobri q engravidei ja estava com infecção, havia feito exame antes e tinha dado
infecção o ginecologista q passava havia receitado um medicamento mas ,eeu estava pra ficar menstruada e decidi iniciar tomar depois q descesse mas ai não desceu eu estava gravida ,levei o exame pra minha obstetra e areceita pra ver se ainda podia tomar esse remedio mas ela disse q não e não receitou outro,mas agora estou sentindo dores no pe da barriga
e ao ter relações sexuais, sera q essas dores são pela

ola Dra. estou com 24 semanas de gravidez e estou com infecçao urinaria, ja tive quando tava com 15 semanas e tomei durante 10 dias cefalexina. e agora quando eu faço xixi doi. e agora devo tomar novamente a cefalexina. a bacteria nao fortaleceu!! quais sao os riscos para o bebe.

Ola Dra. a + ou – duas semanas tenho sentido contrações fortes e com dor um apressão forte nos ossos da perna e da vagina, estou de 32 semanas e meu medico pediu um exame de urocultura e um utrasom.
no utrassom ta tudo normal a bebe ta com media de 42 cm e pesa 1900, a placenta ta grau I ela ja esta cefalica?
essas dores podem ser ocasionadas por uma infecção e eu posso ter um parto prematuro?

Infelizmente não respondo mais a comentários pessoais. Esse blog tem fins apenas didáticos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Dra Paula

Olá, sejam bem-vindas ao meu blog! Antes de mais nada gostaria de me apresentar: sou médica formada pela USP, fiz residência em ginecologia e obstetrícia no Hospital das Clínicas da USP e faço pós-graduação em Medicina do Esporte na Escola Paulista de Medicina. Trabalho como médica voluntária no Hospital das Clínicas e tenho consultório na clínica Célula Mater.
Escrevo esse blog pois acredito que a mulher se beneficia muito quando entende seu corpo e o como as doenças atuam nele. Isso contribui com o acompanhamento clínico e o tratamento. A partir do momento que a paciente se torna uma pessoa consciente de seu corpo, ela fica mais ativa junto ao médico na busca pela saúde.
Infelizmente não consigo responder a questões individuais através dos comentários. O objetivo desse blog é didático.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 397 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: