Mulher Saúde

Candidíase e sexo, tem relação?

Posted on: 12/06/2009

Se você tem uma irritação, ardência, inchaço e vermelhidão após ter relação sexual, a primeira pergunta que te faço é: será que sua vagina está ficando com uma lubrificação escassa na hora da penetração, assim resultando num ambiente mais seco. Se for isso, provavelmente esse atrito entre o pênis e a parede vaginal está resultando em micro-lesões, que ardem e ficam sensíveis depois do ato. Para tratar disso, use um lubrificante a base de água nas suas relações, assim combatendo esse problema. E quem sabe, você também poderia pedir ao seu parceiro uma atenção mais especial nas preliminares, e ter a penetração num período de maior excitação, assim facilitando, e quem sabe até melhorando seu clímax sexual.

Se esses sintomas ocorrem apenas após você entrar em contato com a camisinha, isso pode ser uma alergia. Cerca de 1% das pessoas têm alergia aos produtos utilizados na camisinha como espermicidas e lubrificantes, e 1% têm alergia ao látex, que é o mesmo material das luvas de procedimentos médicos e odontológicos.

Para tentar descobrir a qual desses produtos você desenvolveu alergia, faça um teste: tente usar uma camisinha de látex sem lubrificante e espermicida, e verifique se apresenta os mesmos sintomas após o contato. Você pode associar um lubrificante a base de água, para caprichar na lubrificação local.

Se mesmo assim tiver esses sintomas, verifique se o uso de camisinhas a base de poliuretano (anti-alérgicas) melhoram seu quadro. Também se consulte com seu ginecologista após fazer esses testes, para que possa se aconselhar em alguns tratamentos para dessensibilizar, diminuir a alergia da camisinha.

Outra coisa que também pode estar acontecendo é que esses sintomas são de uma candidíase de repetição, e que a relação sexual esteja resultando numa reativação de seus sintomas de candidíase. Se for esse o caso, você e seu parceiro devem realizar um tratamento em conjunto para melhorar desse problema. Sempre com o acompanhamento médico.

Quando o parceiro também deve se tratar para candidíase?

  • Candidíase de repetição (que melhora com o tratamento, mas sempre acaba voltando);
  • Parceiro com sintomas: coceira, inchaço, vermelhidão, ardência ou aumento da sensibilidade local.

Você gostou desse texto? Então leia corrimentos

About these ads

27 Respostas to "Candidíase e sexo, tem relação?"

Olá Dra. Paula, o seu blog é muito interessante! Acho que ainda não fez nenhum post sobre os Ovários Poliquísticos. Espero que venha a abordar o tema brevemente! Um beijo

ola, quero dizer que estou amando esse blog é showw de bola!
tira duvidas e esclarecem certos assuntos a partes.
bom. mais pre ciso que vc me tire umas duvidas , olha só eu estou com tds sitomas da candidiase já fiz enxames mais ain da nao peguei o resultado; caso eu esteja, o meu parceiro tbem devera fazer enxames ? já faz um tempinho que sinto esses sintomas mais ele ate agora nda! quais sao osriscos que ele corre? e alem disso tem outra coisinha que eu queria saber estou fazendo td higiene possivel mais os corrimentos são repetinos antes euficava de papel higienico , sabe? no lugar no protetor diario mais ouvir dizer que so aumenta a infecçao é verdade? e o quer dizer dos sabonetes vaginais? pq alem de eu estar gravida esses sintomas só apareceram depois que eu começei a usar o sabonete para higiene intima mesmo , sera que tem alguma ligaçao?
desde já desculpe tantas duvidas, e obrigadamais uma vez!!!

Com certeza esse é um tema que pretendo abordar em breve, mas ainda não tem data prevista!
Obrigada pela sugestão, se tiver interesse em outros temas, ficaria feliz em ter suas sugestões!

O parceiro também deve se tratar para candidíase quando ela já é de repetição (que melhora com o tratamento, mas sempre acaba voltando), ou quando ele tem esses sintomas: coceira, inchaço, vermelhidão, ardência ou aumento da sensibilidade local. Não há risco nenhum para ele ter a candidíase, mas para melhorar do quadro ele deve também realizar o tratamento adequado.
Sobre o protetor diário na calcinha, ele não é recomendado, nem ele nem o papel higiênico. Eles deixam a vagina mais abafada, e assim ela fica mais úmida, criando um ambiente propício para a proliferação da candidíase.
Sobre o sabonete íntimo, o único efeito comprovado de sua utilização é que, sendo específico para a vagina, seu uso resulta numa maior atenção à higiene vaginal na hora do banho. Mas não é comprovado que ele resulte numa otimização da flora vaginal. Porém, o mais provável que esteja acontecendo com você é que a gravidez resultou num aumento da freqüência de suas candidíases.

olá doutora
bem eu e meu namorado tivemos nossa primeira relação sexual, perdi minha virgindade e desde então sinto uma irritação na minha vagina como coceira, inchaço e escorrimento “massinha”, isso ocorreu por ter sido a primeira vez e ser algo diferente que me “machucou” ou é candidiase??
obs(usamos camisinha).

Olá, doutora…
Estava eu pelo google procurando supostas respostas para o meu problema, quando achei o seu blog. E achei muito bonito da sua parte tentar ajudar as mulheres.

Bem, meu problema é o seguinte:
Há muito tempo, ainda quando virgem, eu tinha um corrimento amarelo, com um cheio ruim e forte. Recentemente tratei disso, fico muito inchada quando tenho relações sexuais.
Perdi a virgindade com meu 2° namorado, ficamos mais de um ano juntos, e tive inchaço apenas 3 vezes. Mas depois, fui reparando que foi cada vez mais aumentando.
Com meu atual namorado, quase 95% das vezes que tivemos relação, fiquei inchada. Estou com ele há quase 5 anos. Achei que podia ser por causa do meu corrimento, então fui procurar uma médico, que me passou uma pomada e uns comprimidos para eu e ele tomarmos.
Notei uma melhora, agora tem um líquido espesso branco, com cheiro bem suave, até agradável, então penso que meu corrimento se foi, e com isso o inchaço depois das relações. Mas ainda continuo inchando.
Mas eu suspeitava que meu inchaço era por não estar suficientemente excitada e lubrificada, visto que meu namorado não perde muito tempo nas preliminares, e gosta de ir bem rápido.
Será que você pode me dar alguma ajuda ou explicação?
Desde já agradeço muitíssimo.
Beijos e boa semana.

Ola Drª … acho que estou com essa tal candidiase é horrivel , eu ja tive uma vez e não me lembro o nome do remédio que tomei para tomar novamente. Mas fui na farmácia e me indicaram uma pomada vaginal , sei que tem um comprimido que tem q tomar tbém , vc pode me indicadar uma pomada boa e o que devo tomar!!! Lembro que eu e meu marido tomamos juntos o comprimido.
Obrigada

Olá Drª

Estava na net buscando informações sobre os sintomas que venho sentindo após as relações com meu parceiro.
Minha vagina após a relaçâo fica ardendo e em algumas vezes inchada…da ultima vez um dos pequenos labios…inchou e doia muito…no dia seguinte um incomodo…acabei indo na farmacia e comprei…Nistatina e Flogo – Rosa..só que os sintomas melhoram ai parei de usar a pomada…só foi esperar ter mais uma relação que os sintomas voltaram. Ainda nao usei o Flogo Rosa!
O que eu faço…sei que tinha que procurar meu medico…so que no momento nao disponibilizo de dinheiro.
Pode me orientar? Preciso dá um fim nessa situação.

Ola Doutora,

Sinto mta dor na hora penetracao, nao que nao esteja lubrificada ou excitada, ma e que na hora da penetracao sinto mta dor, tipo uma ardencia forte.
Tambem tenho corrimento vaginal.
O que acha que possa ser?

Nossa fiquei até mais animada depois de ler seu blog…vejo que não sou a única a sofrer com a desagradável candidiase.
Não aguento mais. Toda vez que tenho relação a candidiase volta. Será que pode ser o aumento de acidez devido a excitação?? Estou cansada de cremes e comprimidos…não resolvem, só mascaram o problema…pelo menos pra mim. Vou ao ginicologista no minimo 7 vezes ao ano…ninguém merece.

Olá Paula!
Acredito que estejá com candidíase de repetição, pois esta é a quarta vez que tenho sintomas este ano..as duas primeiras tratei com cremes colocados dentro da vagina e pomadas locais e a terceira apenas com a pomada..tenho a impressão que já consigo reconhecer os sintomas bem no começo e daí só a pomada já resolve.
Meu namorado também tem tido alguns sintomas (coceira e vermelhidão pelo que ele percebeu) e pelo que li no seu texto, neste caso ele também deve ser tratado.
Entretanto estou com dificuldades para ir a um ginecologista (assim como meu namorado) e já tenho a receita de diversos tratamentos..gostaria de saber qual é o tratamento indicado para o homem e se eu poderia fazer o mesmo tratamento que já fiz anteriormente (gynazole + trok-n)..agradeço desde já!

Bom dia Doutora
Estou com o seguinte problema tive uma candidíase, fui à medica que me receitou fluconazol e uma pomada para ser aplicada durante 7 dias, segui o procedimento corretamente, menstruei e comecei o uso do anticoncepcional Yaz, quando chegou próximo do 10º dia tive relação sexual com meu marido, porém após 2 dias notei um corrimento que era semelhante com aquele que temos quando estamos no período fértil gelatinoso, será que a pílula pode não estar fazendo efeito??? E após, tenho tido corrimento branco, sem cheiro, será que estou com candida novamente????

vivo com a candida todos os dias do ano durante ha 11 anos ja fiz todos os tratamentos e vacinas e sempre volta. ja nao sei mais o que fazer. lendo sobre o assunto na net encontrei um site que manda a gente comprar um livro eletronico com solucoes definitivas, sera que pode ajudar? ja ouviu falar algo sobre o assunto?

Bom eu tenho conceiras, um corrimento com odor ruim e vermelhidão. Fui a uma ginecologista e ela me informou que eu tenho candida. Meu parceiro não tem sistomas algum gostaria de saber se ele precisa fazer o tratamento e se é o mesmo tipo de tratamento realizado pela mulher.
Sim essa é a primeira vez que eu tenho este problema por isso essa duvida.

Olá Dra. Por favor, veja se pode me ajudar. Tenho candidíase desde os 10 anos, mesntuei com 14. lembro de minha mãe passando pomadas pra mim. de uns anos pra cá as crises so bem mais frequentes, nào sei o que fazer as médicas que consulto dão os mesmos medicamentos, enfim, acho que já tomei o que pude…li muito a respeito da influencia da alimentação, mas fico apavorada, pq não sobra miuta coisa, não uso vinagre, como muita maçã, frutas eestou tentando ao máximo comer carboidratos e doces, mas a cada’fase pré mesntrual, tenho crise. Não sei mas o que fazer. Tenho desconforto e inchaço após a relação sexual, eu e meu marido fizemos juntos vários tratamentos, inclusive ele já teve crise genital. Me dê uma luz obrigada. Vivian

oi…digo, estou evitando carboidratos e doces.
Vivian

Olá Doutora, parabéns pelo seu blog, estava pesquisando sobre corrimento e dei de cara com ele, muito informativo e bem elucidativo. Que bom que agora temos um blog que é feito de mulher para mulher. Grande abraço

Ola dra,li sua pagina e achei interessante o tema,por que tenho uma namorada,e que apos ela ter seu primeiro orgasmo,não consegue mais continuar com a penetração,diz que fica ultra sensivel e que arde se continuar,gostaria de saber se alguma pomada a base de agua ou outro tipo,e se usamos antes da penetração ou depois que ela tiver um orgasmo,porque quando
começamos e durante a relação não acontece de arder,só depois que ela chega a ter um orgasmo,desde ja agradeço por sua atenção e fico aguardando seu comentario

att
Adriano

Dra. Paula achei muito interessante e esclarecedor seu blog, parabéns por esta iniciativa!!
É o seguinte já a 19 dias estou sentindo ardor constante algumas vezes latejamento no canal da vagina e ardencia ao fazer xixi, na vagina por fora não há nada, não tem inchaço, não tem vermelhidão, e não tenho corrimento e nem coçeira, há 3 meses fiz meu preventivo e no exame papanicolau deu tudo normal, com esses sintomas fui a minha ginecologista, e ela coletou a secreção vaginal e pediu exame de bacterioscopia vaginal, exame de urina e urocultura, e ainda me falou que o no canal vaginal aparentemente estava tudo bem, sem corrimento nem vermelho, nada. E que eqto não sai o resultado do exame fosse usando um creme ginecologico com 10 aplicadores mas no momento não lembro o nome enfim é uma creme para candidiase, fungo, e fui usando até o resutaldo do exame, não deu nada no exame de urina e nem na urocultura, mas na bacterioscopia deu: celulas epiteliais +++, e leveduras + .Então a medica informou que era candida mesmo, e pediu pra eu tomar fluconazol 150mg dose unica e fentizol ovulo unico, e depois terminar de usar o creme q ja esta usando, amanha acaba o creme, sexta-feira passada 16/10 que tomei o fluconazol e coloquei o fentizol, hoje é terça-feira 20/10 e não melhorou , ainda continuo sentindo ardor e lateja as vezes da umas fisgadas no canal da vagina, somente lá dentro mesmo por fora não sinto nada. Liguei pra medica e ela disse que tenho que esperar o remedio fazer efeito, mas pergunto já não era pra ter feito efeito? Será que posso tomar outro fluconazol?Poderia me orientar? È muito dificil conseguir falar com minha medica.

Boa Tarde Dra

Faz um mes e meio que fiz o tratamento da candidiase com a pomada e com comprimidos para mim e para o parceiro…porem voltou tudo denovo estou sentindo ardor na transa…e está saindo um liquido como se fosse leite qualhado..porém liguei para meu ginecologista me disse que era para fazer o mesmo tratamento….será que isso é correto??/me indique um remedio que seja mais eficaz..

olá DR. bom perdi minha vingindade ha 1 mes a traz tenho 18 anos
e desde q tranzei tenho uma coceira horrivel na vagina tomei remedio pra fungos e nada sedel me falaram q essa coceira é por conta da camisinha é verdade. é ñ sinto prazer de camizinha é ruim pra chega ao ogasmo pode me dar dicas

Bom dia Drª.
Recentemente fui ao ginecologista e ela constatou que estou com Candidíase, daí recomendou o tratamento com a aplicação da pomada por sete dias, e mais outro remedio oral, porém após o tratamento, tres dias depois eu ja estava sentindo um encomodo na vagina, e tive relação com meu namorado e coincidencia ou não, ela começou a coçar, a arder e doer quando faço xixi.Não sei mais o que fazer.
A médica não me falou quanto tempo depois do tratamento eu teria que ficar sem fazer relação.
Meu parceiro fala que não sente nada que possa parecer está com Candida tb.O que eu faço:?

Bom dia Dra. Paula. Muito bom seu blog e a maneira como explica. Fica muito fácil entender.
Nos últimos dois anos tive candidíase por 4 vezes e agora estou novamente. Nunca tinha tido isto antes. Meu marido tem fimose. Isto pode influenciar no aparecimento da candidíase? Faço tratamento, fica um bom tempo sem aparecer e depois volta. Na primeira vez meu marido foi a um urologista que receitou pomada. Fiquei muito tempo sem ter nada. Já pedi a ele que fizesse cirurgia, mas ele morre de medo. Por favor, gostaria de uma orientação sua. Obrigada.

meu xixi começou a ficar vermelho depois q começei a usar um gel exitante não sei oq ta a contecendo

Boa noite Dra. Paula.Estou com um problema , moro no Japao há um ano e meio , no tempo de 1 mes ja tive 2 vesez candidíase, estou indo no médico aqui mas nao está dando resultado nenhum os remédios indicados , gostaria muito que voce me indique um rémedio para que eu possa usar. Desde já agradeco.

tenho candidiase estou fazendo o tratamento posso ter relaçao sexual com meu parceiro

Ola Dra. Paula, após o período de resgardo(meu bebê ja tem 6 meses), não consigo ter relações sexuais com meu marido, dói muito o canal da vagina e se eu ter mesmo assim ela fica ardendo e não consigo urinar por algumas horas. Fui ao meu ginecologista e ele disse que era candida e m passou um creme em forma de um óvulo(ñ m lembro do nome agora), mas não resolveu em nada. Qdo chegou o resultado do preventivo deu uma pequena inflamação por atrofia hormonal, que ele diz ser pela gestação recente, e uma bacteria por nome de cocos. Sendo assim ele me receitou o creme colpistatin e disse que o problema na hora da relação vai melhorar com ele, mas acho q tem algo mais nisso ou o primeiro creme q ele m receitou teria melhorado pelo menos 40 % do incomodo…

Por favor, se possivel m responda no meu e-mail..
Desde ja obrigada por tudo!

Infelizmente não respondo mais a comentários pessoais. Esse blog tem fins apenas didáticos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Dra Paula

Olá, sejam bem-vindas ao meu blog! Antes de mais nada gostaria de me apresentar: sou médica formada pela USP, fiz residência em ginecologia e obstetrícia no Hospital das Clínicas da USP e faço pós-graduação em Medicina do Esporte na Escola Paulista de Medicina. Trabalho como médica voluntária no Hospital das Clínicas e tenho consultório na clínica Célula Mater.
Escrevo esse blog pois acredito que a mulher se beneficia muito quando entende seu corpo e o como as doenças atuam nele. Isso contribui com o acompanhamento clínico e o tratamento. A partir do momento que a paciente se torna uma pessoa consciente de seu corpo, ela fica mais ativa junto ao médico na busca pela saúde.
Infelizmente não consigo responder a questões individuais através dos comentários. O objetivo desse blog é didático.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 413 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: