Mulher Saúde

Posts Tagged ‘exame físico da mulher

Que o exame ginecológico é uma coisa desconfortável toda mulher sabe. É a mistura de uma série de situações desgostosas: do momento em que permitimos que as partes mais íntimas do nosso corpo sejam examinadas por uma pessoa relativamente estranha; daquela posição na qual se pode ver dentro da nossa alma; e do incômodo que pode se transformar em dor na hora do exame em si.

Infelizmente, esse é o melhor exame para avaliar o bem estar dos órgãos genitais da mulher. Nós, diferente dos homens, temos a vagina voltada para dentro. Caso aconteça alguma coisa dentro dela, não há outro modo de saber senão indo ao médico. E como não dá para prever quando algo pode acontecer, você sempre deve ter o costume de ir anualmente ao ginecologista e fazer o papanicolau. Afinal, vagina a gente só tem uma, e se alguma coisa acontecer com ela, não dá para trocar outra nova!

Portanto, para melhorar o seu relacionamento com seus atuais e futuros ginecologistas, aí vão algumas dicas para tornar esse exame o menos incômodo possível:

  • Quando ficar na posição ginecológica, deixe o bumbum na beirada da cama, de modo que fique numa posição com as coxas bem abertas e fletidas sobre seu tronco (corpo, barriga);
  • Abra bem os dois joelhos;
  • Deixe o corpo bem relaxado sobre a cama, e não contraia o períneo (bumbum) na hora do exame. Para que isso ocorra, você deve manter uma concentração voluntária, senão com certeza seu instinto será contrair o bumbum;
  • Se sentir uma dor ou desconforto, não tente retirar o corpo. Avise seu médico da dor e peça para que ele pare por um momento.

É, realmente nessas horas é preciso tentar deixar a timidez de lado. Afinal, todas essas atitudes facilitarão muito o exame físico, resultando num momento menos desconfortável tanto para a paciente como para o médico.

Quando a paciente luta contra o exame, se encolhendo na mesa, todas as estruturas que tem que ser avaliadas no exame físico ficam mais longe, e o espaço que tem para chegar a elas fica bem apertado. Assim, o exame demora muito mais, e o ginecologista tem que se esforçar para conseguir fazer o melhor possível.

Portanto, por pior que possa ser o exame ginecológico, o melhor que se tem a fazer nessas horas é respirar fundo, se concentrar, e esperar que ele acabe o mais rápido possível!


Dra Paula

Olá, sejam bem-vindas ao meu blog! Antes de mais nada gostaria de me apresentar: sou médica formada pela USP, fiz residência em ginecologia e obstetrícia no Hospital das Clínicas da USP e faço pós-graduação em Medicina do Esporte na Escola Paulista de Medicina. Trabalho como médica voluntária no Hospital das Clínicas e tenho consultório na clínica Célula Mater.
Escrevo esse blog pois acredito que a mulher se beneficia muito quando entende seu corpo e o como as doenças atuam nele. Isso contribui com o acompanhamento clínico e o tratamento. A partir do momento que a paciente se torna uma pessoa consciente de seu corpo, ela fica mais ativa junto ao médico na busca pela saúde.
Infelizmente não consigo responder a questões individuais através dos comentários. O objetivo desse blog é didático.
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 413 outros seguidores